Superintendente garante recuperação do SAAE Alagoinhas

0
518

José Gomes da Silva, em entrevista a uma rádio local, afirma que a instituição vai voltar a ter a credibilidade e respeito da comunidade. Para isso, uma série de medidas estão sendo adotadas desde o início da gestão, com vistas a resolver os problemas herdados da administração anterior,  principalmente o passivo financeiro de mais de R$ 13 milhões em dívidas com a Coelba, INSS e fornecedores.

“Queremos escrever uma nova história no SAAE, pois é um dos maiores patrimônios de nossa cidade, tem um corpo funcional compromissado com a mudança e isso tudo soma positivamente para o seu resgate”, afirmou Gomes, elencando as principais ações adotadas para sanar os problemas: regularização do pagamento da conta de luz  e negociação da dívida encontrada, o mesmo em relação ao INSS, com valores descontados dos servidores e não repassados ao órgão.

Além dessas medidas, a nova direção investe na melhoria do funcionamento e da arrecadação e no pagamento dos salários nas datas previstas, tendo contratado um plano de saúde emergencial até que a licitação seja concluída.

No que diz respeito à privatização, o Diretor-Geral explica que, segundo a Lei 1.460/2001, tem que haver um plebiscito com resultado de 60% da população favorável.

Sobre as estações de tratamento de esgoto, Gomes afirmou que encontrou as 17 unidades abandonadas, mas o projeto é resgatar uma a uma.

São muitas as  irregularidades encontradas, entre elas o entroncamento do esgoto na rede pluvial e as ligações clandestinas – cerca de 12 mil – a exigir correção. Isso vem sendo feito, inclusive com o plano de adquirir cerca de 12 mil hidrômetros para regularizar o fornecimento e ampliar a receita da empresa.

Fonte Acom-Assessoria de Comunicação Social
SAAE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here