TCU suspeita de repasse de Damares sem licitação a empresa investigada por lavagem de dinheiro

Ministra Damares Alves

Relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) levanta suspeita em um repasse do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, sem licitação, com uma empresa alvo de operação por lavagem de dinheiro.

A transação foi de R$ 4 milhões para a agência Fields para bancar uma campanha publicitária de enfrentamento à violência doméstica durante o período de isolamento social. Ela foi feita no contrato de R$ 90 milhões firmado com o Ministério da Cidadania, de Onyx Lorenzoni.

O relatório diz que “o fato pode indicar a dispensa indevida de processo licitatório, com prejuízo à obtenção da proposta mais vantajosa à administração [pública]”.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here