Transporte coletivo de Alagoinhas é tema de debate em encontro realizado na Câmara Municipal

Foto: Reprodução

Aconteceu hoje (14), na Casa Legislativa de Alagoinhas, um encontro que reuniu diferentes entidades para tratar de assuntos relacionados ao sistema de transporte coletivo urbano: um deles referiu-se ao reajuste da tarifa. Integrantes do Conselho Municipal de Transporte haviam sido convocados pelo superintendente interino da SMTT, Jurandy Carvalho, para participar da reunião ordinária e deliberar sobre a questão.

Representando a Câmara, além do presidente José Cleto, que cedeu o espaço para a realização do encontro e compôs a mesa, compareceram as vereadoras Luma Menezes e Juci Cardoso, e os vereadores Juracy Nascimento e Edy da Saúde. Compuseram ainda a mesa diretora: Roberto Torres, vice-prefeito e secretário da SESEP, Jurandy Carvalho, superintendente interino da SMTT, Dr. Gomes, secretário de Relações Institucionais e Alex Viana, Cap. da PM.

Representantes da SECIN, SEMAG, SEFAZ, SINDMETRO, SINDETCURA/ATP, Cidade das Águas, UAMA e UARA também marcaram presença.

Entre os assuntos levantados pelos presentes, foi mencionado a necessidade de melhoria urgente das frotas. Na oportunidade, foi realizada pelo consultor da SMTT, Cezar Augusto, uma apresentação com sugestões de novos valores das tarifas, seriam eles: R$ 5,04 (caso fossem cumpridas as recomendações do edital de licitação com um percentual da frota nova), R$ 4 (mantida a atual frota) e R$ 3,53 (proposta pelo presidente da UARA e pelo presidente da UAMA).

Entendendo que qualquer uma das três propostas seria bastante acima do que a população pudesse custear, e percebendo que o reajuste corresponderia a mais de 30% do valor praticado atualmente, o presidente José Cleto, na ocasião, fez uma proposição sugerindo o valor de R$ 3. A proposta foi submetida à votação e venceu por 6 votos, sendo acatada pela maioria dos conselheiros. O Conselho recomendará que o gestor do executivo faça a alteração considerando a sugestão apresentada.

“O sistema de transporte precisa ser discutido de forma ampla, não somente a questão da majoração da tarifa, mas a qualidade do transporte precisa ser discutida minunciosamente, porque o sistema está chegando ao colapso e a população não pode ser penalizada, pois depende do transporte. Estamos prontos aqui na Casa Legislativa para discutir esse tema e tantos outros que a sociedade de Alagoinhas entenda que precisam ser discutidos”, ressaltou José Cleto em entrevista à assessoria.

 

 

Fonte: Ascom – Câmara Municipal de Alagoinhas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here