Varejistas da moda e o impacto da pandemia

A pandemia alterou de forma drástica o cenário para as varejistas de moda no Brasil. C&A e Arezzo divulgam seus resultados nesta quarta-feira, após o fechamento do mercado, e devem mostrar como o fechamento das lojas influenciou o balanço, bem como quais medidas estão tomando para mitigar os efeitos da pandemia. Ações da C&A perderam mais da metade do valor desde o começo do ano, e as da Arezzo, 34%. O Ebit da das empresas pode ter encolhido em média 30% com 10 dias de lojas fechadas em março, segundo o Bradesco. Apesar do crescimento de 98% do e-commerce em abril e 40% em março, itens como roupas e sapatos não estão entre os que mais cresceram, em parte devido ao isolamento social. Cenário parecido sofrem outras concorrentes, como Renner e Riachuelo. As varejistas de moda terão de se reinventar para seguir vendendo sem o apoio das lojas físicas.

Fonte EXAME

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here