Virologista agora nega ter sugerido “gabinete paralelo” da Covid ao Planalto

Virologista Paolo Zanotto - Foto reprodução

O virologista Paolo Zanotto negou ter sugerido a criação de um gabinete paralelo do ministério da Saúde, apesar de aparecer em vídeo de uma reunião com Bolsonaro sugerindo a criação de um “shadow board” (gabinete paralelo), além de argumentar contra a vacinação em massa dos brasileiros.

O virologista Paolo Zanotto negou ter sugerido a criação de um gabinete paralelo do Ministério da Saúde, apesar de aparecer em vídeo orientando de forma explícita a criação de um “shadow board”  (“gabinete das sombras”, em tradução livre).  

Em entrevista nesta sexta-feira (4), como revelou o portal UOL, Zanotto argumentou que sua sugestão, revelada em vídeo, era criar um comitê com especialistas para auxiliar o Ministério da Saúde “de forma independente”. 

“Estão confundindo ‘shadow cabinet’ com ‘gabinete paralelo’. […] Não era algo para ser feito à revelia, escondido. Muito pelo contrário, usei da expressão no sentido inglês da palavra”, disse.

Um vídeo obtido pelo portal Metrópoles aponta Zanotto e o ex-ministro Osmar Terra aconselhando Jair Bolsonaro em relação a medidas para a condução da pandemia. O virologista chegou a recomendar a Bolsonaro “extremo cuidado” com a vacinação em massa da população. Terra, por sua vez, incentivou o chamado “tratamento precoce” contra a Covid-19, principalmente baseado no uso de hidroxicloroquina.

 O Vice presidente da CPI da Covid, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) afirmou pelo Twitter nesta sexta-feira (4) que convocará à CPI da Covid o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) e o médico virologista Paolo Zanotto.

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here