Voto divergente de Marco Aurélio irrita e divide ministros do STF

Ministro Marco Aurélio faz homenagem ao ministro Luiz Fux empossado na Presidência do STF. (10/09/2020) (Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF)

Ministros do STF defendem que uma decisão do ministro Celso de Mello, relator original do caso, não deve ser discutida na Corte sem sua presença, o que foi ignorado por Marco Aurélio.

O voto do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quinta-feira (24) para que Jair Bolsonaro (sem partido) deponha por escrito no inquérito que apura tentativa de interferência na Polícia Federal irritou colegas da Corte, de acordo com Daniela Lima, da CNN.

O incômodo surgiu com a divulgação do voto do magistrado, que vai na contramão do que havia decidido o relator original do caso, ministro Celso de Mello, decano do Supremo que está de licença médica.

Os ministros do STF não gostam da ideia de discutir uma decisão do decano sem que ele esteja presente. Por este motivo, a atitude de Marco Aurélio foi alvo de críticas.

Um dos mais incomodados com a situação é o presidente do STF, ministro Luiz Fux.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here